Proposta de reajuste dos planos

03 Dezembro 2018
Autor :  

de saúde considera despesas médicas, faixa etária e gestão eficiente Representantes da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apresentaram a nova fórmula de cálculo de reajustes aplicados pelas operadoras de planos de saúde. A reunião foi na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) nesta quarta-feira (28) e foi acompanhada pelo diretor de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS, Rogério Scarabel.


A fórmula tem sido discutida com órgãos de defesa do consumidor, Ministério Público e organizações ligadas à saúde. Atualmente, a ANS analisa as contribuições feitas nas mais diversas audiências públicas e, após avaliação da diretoria colegiada, pode publicar uma nota normativa sobre os reajustes, que valerá a partir de maio de 2019.

De acordo com o coordenador da área que elaborou a fórmula de reajuste, Bruno Morestrello, o novo cálculo pondera as despesas assistenciais e não assistenciais. Cerca de 80% dos gastos de um plano de saúde são procedimentos, terapias, internações e exames — as despesas assistenciais. Os demais 20% são despesas não-assistenciais, ou seja, o que a operadora do plano de saúde gasta com pessoal, locomoção e manutenção, por exemplo.

Se aprovada pela ANS, a nova fórmula para reajuste dos planos levará em conta o índice do valor das despesas assistenciais (IVDA), que é formado por três elementos. O primeiro deles é a própria variação dos preços da despesa assistencial (VDA) considerados os gastos da carteira de planos individuais das operadoras. A diferença, nesse ponto, é que no modelo atual leva-se em conta a média dos reajustes aplicados nos contratos coletivos.

— A proposta é passar a observar diretamente as informações da carteira de planos individuais — destacou Morestrello.

O segundo elemento é o desconto da variação da Receita Faixa Etária (VFE), proveniente dos reajustes previstos toda vez em que o usuário muda de faixa etária. Desse valor tira-se 1.

— Uma vez que a variação da despesa assistencial já captura o efeito da mudança da idade, temos ali o desconto desse fator presente no reajuste — explicou.

O terceiro elemento é o fator denominado “ganhos de eficiência” (FGE). Isso porque a ANS pretende estimular as operadoras a atuarem como gestoras de assistência à saúde, estimulando a eficiência e evitando um modelo que transforme a operadora numa mera repassadora de custos assistenciais.

Atingido, então, o índice de variação da despesa assistencial (IVDA = VDA/VFE-1-FGE), o percentual de reajuste é igual a 80% x IVDA + 20% x IPCA Expurgado (o que é eliminado do índice nacional de preços ao consumidor amplo são as contas referentes aos planos de saúde e às despesas médicas).

— O que a gente faz no expurgo é evitar que o reajuste do ano seguinte seja retroalimentado pelo reajuste do ano anterior.

Como a audiência era interativa, um internauta perguntou se o reajuste não poderia apenas ser baseado na inflação do período. Bruno Morestrello disse ser impossível.

— Além de a área de saúde ter um comportamento de preços diferente da média da economia, existe o efeito da frequência do uso dos serviços, a variação de eventos como consultas, exames, cirurgias.
Avanços

Para os representantes da ANS, a nova fórmula de cálculo dos planos de saúde é vantajosa porque os dados que compõem o reajuste são públicos e auditáveis. Eles também apontam como benefício o fato de os dados serem retirados do próprio mercado de planos individuais e terem menor defasagem entre o período de cálculo e a aplicação do reajuste. Além disso, a correção das despesas não-assistenciais será feita por índice específico, expurgando as despesas assistenciais.

— O objetivo da ANS é chegar a uma metodologia de reajuste que reflita mais diretamente a variação das despesas das operadoras nos planos individuais e, uma vez que os dados sejam públicos e auditáveis, tornar o modelo mais transparente e previsível tanto para os beneficiários quanto para as operadoras — resumiu Morestrello.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

  • Social network:
daRedação Sorocabanews

"As matérias desta editoria são de responsabilidade da nossa equipe. Toda apuração dos fatos e das respectivas fontes é atividade jornalística. Reportagens de Sorocaba e região podem ser pautadas pela comunidade. Serão submetidos ao critério editorial do Sorocabanews."

Deixe o seu comentário

Calhau 02 SNEWS - Horizontal

 

O SorocabaNews é um espaço interativo. Aqui o cidadão exerce o seu poder de informar e ser informado através das mensagens, fotos e vídeos produzidos em Sorocaba e região.

Nosso objetivo é dar voz à comunidade, manter registros do cotidiano e incentivar a formação de novos formadores de opinião.

  • Endereço

    Rua Santiago, 255B Sobreloja Jardim América, Sorocaba - SP

  • Email

    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.
    This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

  • Fone/Whats

    + 55 15 3418-1343 
    + 55 15 8888-8888

We use cookies to improve our website. Cookies used for the essential operation of this site have already been set. For more information visit our Cookie policy. I accept cookies from this site. Agree